Uncategorized

Veja como fazer seu dinheiro valer mais nestes 6 passos!

Hoje em dia vivemos uma relação tantas vezes complicada com o dinheiro. Somos impulsionadas para os prazeres – alguns fugazes como a velocidade dos fatos neste mundo atual – muito consumo de todos os lados, muito consumismo e nossos ganhos nunca acompanham, claro, o crescimento das contas.

Mas essa relação não precisa ser um tabu. Existem medidas simples que ficam perdidas no dia a dia, porque cuidar do dinheiro sempre parece algo complicado demais para caber em uma agenda. Mas cabe. Veja como fazer seu dinheiro valer mais nestes 6 passos.

Passo 1: nosso dinheiro vale mais quando controlamos ele!

Um controle onde possamos orçar detalhadamente cada ganho e cada gasto que vamos ter.

Sim, o primeiro passo é orçar. Todas as despesas, em valores reais, os aumentos previstos e incluir até as invisíveis – um expresso na rua por dia, são quase 100 reais no mês, uma peça de roupa descolada!

E todas as receitas sem superestimar. O importante é saber exatamente o que entra e o que sai e após isto, ir registrando cada ganho e cada gasto real. Assim você poderá ver se está cumprindo, onde deve rever, onde está gastando muito e onde vai estourar. Pode antecipar medidas e fazer seu dinheiro valer mais.

Não precisamos de um sistema ou uma planilha complexa. Um Excel com colunas de orçado e realizado e uma forma de registrar os valores reais já ajudam. E existem pequenos sistemas e aplicativos ótimos – e gratuitos – de controle de finanças pessoais.

E pode ser até uma agenda para ir registrando e calculando. Mas o essencial aqui é: seu dinheiro vai valer mais se você souber os caminhos dele e poder mudar a tempo.

Passo 2: por que estamos consumindo?

Esta é uma questão delicada para todas nós, mas necessária em tempos de consumo fácil, tanto nas ruas quanto na internet, em infinitas promoções e parcelamento.

É o que diferencia consumo de consumismo. Muitas vezes compramos por impulso, mas sem julgar se realmente precisamos, e agora. Talvez comprar quando for realmente necessário. Ou descobrir que temos o suficiente e não precisa.

Promoções são ótimas, mas é sempre bom, antes de irmos às compras, pensar no que é necessário e não apenas para ter. E pesquisarmos muito se os preços e condições estão realmente bons – o que significa não comprarmos de imediato.

Este é o exercício mais poderoso de valorização do nosso dinheiro.

Passo 3: o cartão de crédito pode ser seu aliado, mas ajude ele!

Muita gente comete o erro de orçar o cartão de crédito como um gasto! Na verdade, ele é a forma de pagar vários gastos devidamente orçados. Então podemos usá-lo da forma mais eficiente, principalmente nas compras na internet, conseguindo ótimos preços, parcelar e receber em casa.

Algumas dicas valiosas:

  • Sempre que possível, aguardar a chegada do dia de melhor compra e assim ganhar mais prazo.
  • Registrar as compras no controle nos meses que elas virão. Ou seja, estaremos comprometendo o orçamento futuro em um ou vários meses e isso precisa ser pensado antes da compra. Do contrário, o saldo no rotativo é logo ali e compromete até despesas obrigatórias.
  • Prefira sempre os cartões com programas de milhagens. Podemos pagar até viagens com elas!

 Passo 4: esse hábito é realmente necessário?

É a boa e saudável – até para o corpo – mudança de hábitos.

Se você cozinha muito bem, que tal exercitar a criatividade em casa nos jantares, deixando o restaurante para ocasiões especiais? Se o metrô está a 4 quarteirões de casa, pra quê irmos de carro para o trabalho? Que tal uma compra mensal em um supermercado mais distante com ótimos preços à vista em vez de várias compras no mercado perto de casa quase sem concorrência?

São exemplos, cada realidade tem espaços diferentes para reduzir despesas de rotina – que não precisam dar prazer como as viagens, o lazer ou uma bela compra. O que sempre recomendo é pensar nas opções em cada movimento do dia a dia, aplicar o que for possível e economizar em gastos que levam uma boa parte do orçamento.

Passo 5: sempre negocie suas despesas!

Em todo os segmentos de mercado, a concorrência hoje em dia é agressiva para conquistar clientes, e precisamos aproveitar estas oportunidades.

Podemos valorizar muito o nosso dinheiro conseguindo descontos ou até mesmo trocando de fornecedor em TV por assinatura, telefone celular e fixo, internet, academia, além de outras despesas. A troca – e até mesmo a portabilidade – é rápida e o ganho pode ser muito bom.

Passo 6: troque experiências e se surpreenda!

Todos nós, especialmente em um cenário de economia em baixa, procuramos soluções para valorizar mais o nosso dinheiro. Pessoas com as mesmas dificuldades e perfis de consumo podem trocar ótimas experiências e encontrar novas.

Aqui a dica é não termos vergonha de dividir as preocupações e atitudes. Outra opção que ajuda muito são os sites de consultoria financeira que estão sempre atentos às mudanças na economia e nos hábitos e onde podemos aprender a administrar bem a sua vida financeira, como no blog da Bons Investimentos, por exemplo.

É sempre bom ter pessoas especializadas em valorizar dinheiro!

 

 

 

 

 

 

Artigos Relacionados