5 erros mais comuns na hora de se vestir!


Vestir-se bem e realmente uma arte. E quando falamos de bem, não é a questão do que a moda acha que devemos vestir, e sim de como podemos usar as roupas, calçados e acessórios para valorizar nosso corpo e nossa personalidade.

E hoje em dia não temos mais uma ditadura do vestir, como em algumas décadas e tempos, quando ser diferente era quase ser um extraterrestre. A moda é mais democrática, podemos exercitar as mais variadas formas de vestir, estilos, modelos, tecidos e estarmos completamente integrados aos ambientes.

Mas e aquelas situações onde realmente não estamos nos valorizando através da roupa ou criando um desconforto à toa? As dúvidas são muitas e sempre existirão, então separei 5 erros mais comuns na hora de se vestir!

Erro 1 – Usar roupa do tamanho errado

Esse é o mais comum e acredite: ainda é o pior de todos. Muitas pessoas usam roupas apertadas ou folgadas demais, e acabam não vestindo coisa alguma.

Porque vestir é integrar seu corpo a peças de roupa, acessórios e calçados e no final ter a sua personalidade traduzida no resultado. Roupas de numeração errada deixam você com um visual desconfortável e disforme e nunca parecerá elegante.

A primeira regra de vestir-se bem é que a roupa sempre esteja adequada ao seu corpo, valorizando seus encanto e escondendo, por que não, suas imperfeições.

Erro 2 – Cropped com roupas baixas

O cropped voltou com tudo e é um símbolo retrô bonito, descolado e que combina muito com os climas quentes no Brasil. Porém, ele pede calças, shorts ou saias altas, acima do umbigo.

A combinação com peças baixas, mostrando a barriga, está fora de moda – exceto se você for absolutamente hippie e queira firmar o seu estilo. Do contrário, evite.

Erro 3 – Look com excesso de informação

Combinações de pulseiras, cordão, brincos, anéis de padronagens diferentes pode carregar demais seu visual. Roupas coloridas mas que não se falam também.

O importante em um look é a combinação harmoniosa entre as diferentes peças – não precisamos ser conservadoras apostando só nas fórmulas certeiras, mas a ousadia pode vir em 2 ou 3 tons, no máximo. E importante: os acessórios devem combinar com esses tons ou com o que predominar.

Erro 4 – Exagerar nas revelações

Fendas, decotes, transparências, frente única. Todos esses são recursos incríveis e que devem ser usados sempre que possível. Mas devemos evitar 2 ou mais deles no mesmo visual.

Eles em muita quantidade acabam revelando demais, quando o grande charme de um visual bonito é não entregar tudo. Vai usar um decote? Evite os demais itens. A exceção, claro, são os vestidos com modelagens amplas e que bastante recorte, revelando fenda e alguma transparência, por exemplo.

E sobre os decotes, evite os muito abertos, porque canalizam toda a atenção das pessoas e perde-se o olhar para o seu look como um todo.

Erro 5 – Usar salto alto sem saber ou sem precisar

É angustiante ver mulheres andando de salto alto sem ter a habilidade. É uma arte, mas não precisamos deprimir se não sabemos. Existe a possibilidade de aprender com uma amiga estilosa.

Mas na falta da amiga, você pode optar por saltos menores ou com base maiores, os saltos plataforma, de forma que você se sinta mais confortável.

Quando o salto alto é praticamente obrigatório, como nos casamentos ou festas mais formais, uma opção é usar vestidos longos que cubram seus pés para usar um sapato mais confortável e aproveitar a noite toda sem acordar com as pernas doendo.